terça-feira, 6 de abril de 2010

As águas de abril por Niterói






Á água chegou com vontade no Rio de Janeiro e na Região Metropolitana. A chuva causou uma desordem comparada a uma guerra. Na noite de ontem, em Niterói, a hora do rush se estendeu das 18hs até as 23hs devido aos alagamentos e bolsões d' água que se formaram pela cidade.
No bairro do Ingá houve deslizamento de terra na rua São Sebastião. A enconsta do Morro do Estado cedeu durante a madrugada e destruiu dois carros. O trânsito na principal via de acesso do bairro ao centro de Niterói foi liberado pela manhã.
As imagens a seguir não estão com uma boa resolução por conta de terem sido feitas com um aparelho celular, mas registram a consequência de 15 horas consecutivas de chuva na cidade.
A pergunta que não quer calar: quando a Prefeitura irá tomar alguma atitude em relação ao caos que se instaura na cidade quando chove? Porque para Niterói ficar embaixo de água nem precisa de tanta chuva assim. Senhor Jorge Roberto Silveira, a população já está cansada de ter o "privilégio" de surfar, nadar e navegar em frente de casa!
*As fotos 1, 2 e 3 foram feitas na rua São Sebastião, a 4 na Paulo Alves (Bairro Ingá, em Niterói)

3 comentários:

  1. Erika Vettorazzo6 de abril de 2010 17:01

    Cara, tem que ver o estrago na Ilha do Governador.
    Não dava para chegar à vários lugares por causa das piscinas de barro que se formaram.

    Um coisa horrorosa!

    ResponderExcluir
  2. Aqui em Niterói a situação está caótica. Além da lama, o pânico se espalhou pelas ruas. Boatos de arrastão, gente fazendo compras para estocar comida... Tudo parece levar ao pânico.
    Jorge Roberto Silveira, q disse em sua campanha assobiante q iria dar um susto na cidade está cumprindo a promessa com força!

    ResponderExcluir
  3. Enquanto o Brasil tiver politicos corruptos, sacanas e safados muita gente vai morrer. A única preocupação deles é o poder e encher o próprio bolso. O pobre que se dane!

    ResponderExcluir